Rio+20 deixa receita turística de R$ 68 milhões para Rio de Janeiro

 Peixes gigantes feitos de garrafas plásticas são expostos na praia de Botafogo durante a conferência Rio+20

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 deixará ao Rio de Janeiro uma receita estimada em R$ 68 milhões em despesas de turistas na cidade, segundo cálculos divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).
No entanto, o número calculado pela Embratur só contabiliza as despesas dos assistentes à reunião oficial da ONU nos quatro dias de debates e não inclui os participantes dos diversos eventos paralelos.
As autoridades calculam que cerca de 50 mil pessoas, incluindo os mais de 100 chefes de Estado e de Governo que abrirão a cúpula nesta quarta, participam das atividades da Rio+20 e dos eventos paralelos que iniciaram na semana passada.
Segundo o instituto, em cada um dos quatro dias da conferência oficial (entre 19 e 22 de junho) está previsto que os turistas estrangeiros e brasileiros gastem US$ 17 milhões de reais.
"Se considerarmos os outros eventos previstos para o mesmo período, o número é ainda maior", informa o comunicado em referência às cerca de 3 mil atividades relacionadas de alguma forma à Rio+20, de acordo com a Embratur.
O órgão calcula que os 7 mil estrangeiros presentes no Rio de Janeiro para a Conferência gastarão nos quatro dias R$ 53 milhões em hospedagem, alimentação, transporte e diversão. Enquanto isso, a despesa dos turistas brasileiros está projetada em R$ 15 milhões.
"Esse valor representa um investimento direto na economia local do Rio de Janeiro, mas o principal saldo positivo é a imagem que fica. O nome da cidade, que já é nosso destino turístico mais consolidado no exterior, é ouvido e lido milhões de vezes nas redes sociais e nas notícias dos correspondentes estrangeiros sobre a Rio+20", disse o presidente de Embratur, Flavio Dino.
Segundo o instituto do governo, o Brasil subiu ao sétimo lugar na lista dos países que mais organizam eventos internacionais.
Dino acrescentou que a Rio+20 é o primeiro de uma série de grandes eventos internacionais organizados pelo Rio. Entre os acontecimentos de destaque estão a Copa das Confederações em 2013, o encontro do Papa com os jovens também no próximo ano, a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Comentários

Postagens mais visitadas