Ministérios do Turismo e Cidades são os novos alvos de Dilma

Presidente não descarta mudanças com partidos aliados

 OGLOBO
A crise que culminou com a degola de toda a cúpula do Ministério dos Transportes na semana passada permitiu à presidente Dilma Rousseff avançar na sua estratégia para desmontar os feudos partidários no governo, especialmente no segundo escalão, onde se concentram muitos órgãos com alto e forte poder de decisão financeira e administrativa. Na mira de Dilma, outras pastas problemáticas: o Ministério do Turismo e o das Cidades.


Um ministro próximo confirma que Dilma está fazendo agora o que não conseguiu fazer na transição de governo, por pressão política de aliados e até do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As denúncias de irregularidade que atingiram integrantes do segundo escalão e até mesmo o ex-ministro Alfredo Nascimento permitiram que a presidente iniciasse uma troca profunda no Ministério, considerado até então um bunker do PR no governo.

Assim que foi eleita, no ano passado, ela havia tentado fazer isso sem sucesso. Deixou claro que não queria a recondução de Alfredo Nascimento para os Transportes, com a desculpa de que ele tinha sido derrotado na disputa pelo governo do Amazonas. Tentou oferecer ao PR outra pasta. Mas não conseguiu.
 Foto de Gustavo Miranda

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Praias de nudismo em Santa Catarina

Roteiro da Viagem, - Destino Gramado, entre a Serra Catarinense e a Gaúcha.

Doces de Pelotas- Patrimônio Cultural da Humanidade