Encatho abriu oficialmente com presença de autoridades nacionais

Programa de turismo foi lançado pelo ministro do turismo para fomentar todo o setor em Santa Catarina
A 32ª edição do Encontro Catarinense de Hoteleiros, o Encatho e a Feira de Produtos e Serviços para Hotéis, a EXPROTEL, começou nesta terça-feira (13), no CentroSul, em Florianópolis. Maior e mais importante encontro da hotelaria no sul do país, o evento, que tem entrada franca em toda a programação, terá palestras, reuniões, comercialização de produtos e serviços e capacitação em diversos temas para toda a indústria do turismo.

A abertura oficial contou com a presença do Ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio, que lançou, em Santa Catarina, durante o Encatho, o programa Investe Turismo no Estado. Segundo ele, o projeto auxilia na concentração e melhor aplicação dos recursos no turismo, potencializando o turismo em 30 rotas catarinenses. “Devolver a dignidade do povo, gerando emprego e renda “na ponta”, possibilitando uma estrutura melhor, qualificando a mão de obra. Antes os recursos eram pulverizados, agora tem direcionamento”, salientou o ministro.

Osmar José Vailatti, Diretor-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina – ABIH-SC, anfitrião da noite, explicou que realizar o Encatho e Exprotel é uma meta ousada da entidade, porém necessária. “Para manter este evento como palco das discussões de temas palpitantes, lançamento de produtos e serviços e fortalecer o segmento em que atuamos, temos que mostrar unir toda a cadeia produtiva. A programação envolve mais de 50 eventos numa demonstração de união e de fazer crescer a economia do estado e do país. Unimos forças para atrair sua majestade, o hóspede. Vivemos na era da transformação digital, mudanças acentuadas no mercado e no comportamento das pessoas, o mundo é digital e estamos conectados. Temos a obrigação de sermos os melhores. Espero que sejam aqui firmados bons negócios, parcerias e muita qualificação para modernizar, atualizar e fortalecer os equipamentos turísticos”, afirmou Vailatti. Ele também deixou sua mensagem ao setor que representa. “Ser hoteleiro é colocar a alma e o coração naquilo que faz, é atuar como relações públicas difundindo a cultura e o destino, oportunizar aos colaboradores bons relacionamentos, crescimento pessoal e integração no amplo mercado de trabalho. Ser hoteleiro é exercer a arte do bem receber”, conclui.

A Vice-governadora de Santa Catarina Daniela Reinehr, pontuou que o Estado está sendo lembrado principalmente pelo turismo de eventos. “É muito importante ser contemplado com o Programa de Turismo neste evento que é o maior da região sul no setor. O grande foco do programa é desenvolver todos os potenciais que o Estado tem no turismo. Temos regiões muito ricas que ainda não são exploradas e é preciso estruturar o turismo e capacitar pessoas”, ressalta a vice-governadora.

Para a presidente da Santur, Flávia Didomenico, “o momento é muito importante para o turismo de Santa Catarina e a ABIH-SC consolida esse evento que já tem projeção nacional, principalmente por oportunizar a vinda do ministro para fazer este lançamento aqui”. Lembrou, ainda que a Santur ressignificou sua participação no evento fazendo também capacitação e não somente promoção do turismo. “Hoje estamos com capacitação em todas as instâncias turísticas, políticas públicas e outras ações que também acabam promovendo e consolidando todo o turismo do estado”.

O presidente da ABIH Nacional, Manoel Cardoso Linhares lembrou que o setor de hotelaria tem anos de dedicação rumo ao avanço do setor, ajudando a colocar o destino Brasil na rota dos principais destinos internacionais. O diretor superintendente do Sebrae Santa Catarina, Carlos Henrique Ramos Fonseca enalteceu o evento e o Programa que dão visibilidade a todo o Estado, através da soma de esforços para fortalecer o turismo e promover a competitividade também dos pequenos negócios”.

Já o presidente da EMBRATUR, Gilson Machado Neto disse acreditar na força do turismo, atentando aos gargalos que precisam ser ultrapassados, como a infraestrutura para o turismo rodoviário e o desenvolvimento do turismo náutico.

Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis, deu as boas-vindas a todos os visitantes da capital que estão sempre se preparando e se capacitando para o turismo. “o Encatho faz parte do Floripa Conecta, que engloba diversos eventos em toda a cidade e que ajuda a movimentar o turismo de toda a região, só neste mês, considerado de baixa temporada, temos mais de 60 eventos acontecendo, movimentando a economia e gerando empregos”, pontua o prefeito.

O diretor técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick ressaltou que a entidade investirá um total de R$500 milhões voltados ao desenvolvimento do turismo em todo o Brasil e que está sempre aberta a promover o turismo. “O programa tem o nome de investir porque o Brasil tem um potencial e nós vivemos hoje um momento muito especial medida provisória da Liberdade Econômica. Significa que o Brasil dá uma declaração que ele confia e investe no empresário brasileiro. E nós enquanto entidade dos micro e pequenos empreendedores investimos junto. Esta ação tem orçamento de R$ 200 milhões na 1ª etapa (em andamento) e R$ 300 milhões na segunda”, afirmou.

Inteligência do turismo
O presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt engrandeceu o momento liberal da economia e antecipou que nesta quarta-feira (14) será assinado, no Encatho, o protocolo de intenção da rede de inteligência do turismo, com objetivo de gerar inteligência de mercado, com sistematização análise e monitoramento de indicadores do setor para auxiliar os empresários. “Serão também disponibilizados alguns dados do setor através do observatório de turismo. Temos feito um grande esforço no sentido de qualificar a mão de obra em todo o estado e propiciar condições sociais para os trabalhadores do setor de turismo”.

Homenagens
Como já é tradicional no evento foram concedidas as honrarias Maria Helena Petry Makowiecky, a Vanessa Palácio e João Eduardo Amaral Moritz, a Gilson Pinheiro. Além destas, a ABIH-SC prestou mais quatro homenagens, em forma de Menção honrosa, àqueles que apoiam as ações da entidade e através de seus produtos e serviços proporcionam maior desenvolvimento à toda cadeia produtiva do turismo e da hotelaria catarinense. Foram homenageados Denis Braguini, da Resultados Digitais; Paulo Brito, representando Milton Zuanazzi, Presidente da SBTUR; Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional e Marcelo Pompeo, da Desbravador Software de Gestão.

O Hotel Caldas da Imperatriz prestou uma homenagem ao Encatho & Exprotel entregando uma coroa à vice-governadora e ao ministro do turismo. A entrega foi feita pelo* imperador Carlos Eduardo Schimid Goerdt e pela imperatriz Ana Clara Silvia*, da E.B Municipal Prefeito Augusto Altof.

Centro de eventos Balneário Camboriú
O Ministro Marcelo Álvaro Antônio entregou um repasse à vice-governadora Daniela Reinehr, no valor de R$15.603.375,10 (quinze milhões, seiscentos e três mil, trezentos e setenta e três reais e dez centavos), destinados à aquisição de equipamentos do centro de eventos de Balneário Camboriu.

Após o encerramento da solenidade os participantes foram prestigiar a abertura da Exprotel, momento que foi reservado para apresentar os expositores, promover confraternização e networking.

Audiência Pública da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT abre a programação do Encatho & Exprotel

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT realizou na tarde desta terça-feira (13), no CentroSul, uma reunião participativa para obter contribuições e informações adicionais a respeito da revisão da regulamentação do serviço de transporte rodoviário coletivo interestadual e internacional de passageiros, realizado em regime de fretamento.

Osmar José Vailatti, presidente da ABIH-SC, promotora do Encontro Catarinense de Hoteleiros que acontece no CentroSul até o dia 15, participou do evento. Para ele, “as discussões sobre como melhorar os serviços, as estradas, os produtos turísticos em si, são sempre bem-vindas. O Encatho é um espaço justamente para envolver os mais diversos setores em discussões, capacitação, troca de experiência, conversas sobre temas relevantes inerentes a toda a cadeia turística. Devemos atentar para ações que tragam competitividade e que nos ajudem a passar por cima dos entraves que seguram o desenvolvimento econômico”, afirma.

Flavia Didomenico, presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur) enfatizou que o Estado abraçou a causa para a adequação do transporte rodoviário. Na visão dela, é necessário ter um ambiente de negócios mais competitivo para ampliar a movimentação turística e acompanhar as tendências mundiais do setor:
“Percebemos o quanto deixamos de ganhar por não haver uma regulamentação adequada que favoreça o turista e as empresas turísticas. A intenção desse movimento é desburocratizar. Temos que fazer com que as nossas estradas estejam repletas de turistas com flexibilidade para fazer seus roteiros”.

João Paulo de Souza, Superintendente de Serviços de Transporte de Passageiros da ANTT explicou que a pauta é importante para levar competitividade ao setor e que, com a malha rodoviária que o país tem, não se pode abrir mão da conectividade. “O momento do turismo do mundo mudou, tudo está se reinventando, é hora de parar, se reinventar e ter maturidade para entender o que o país está vivendo e o que precisa avançar. O modelo principal de viagem ainda é o ônibus. O aéreo hoje passa a ser impeditivo pelo preço. O caminho é regulamentar para melhorar a questão da viagem turística”.

Para Aluizer Malab, Secretário Nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, que representou o Ministro Marcelo Álvaro Antônio, ainda há muito o que se fazer, “pois o Brasil tem potencial de negócio e de turismo

gigante. Temos que procurar fazer o melhor modelo regulatório para o transporte. O transporte de passageiros rodoviário é indispensável e fundamental, um suporte, por isso temos que avançar e aprimorar o modelo regulatório para contribuir e possibilitar um ambiente mais competitivo e com maior rentabilidade”.

Representantes da ANTT explicaram o que está sendo feito pela agência, como análises mais rápidas de requerimentos, além de novos produtos que estão sendo desenvolvidos, como o sistema de licenças de viagem mobile, o mapa do fretamento com georreferenciamento, como um mapa de calor, para saber origem, destinos, principais operadoras procuradas, qual época do ano as licenças são mais retiradas para tais lugares, entre outros. Participantes inscritos se manifestaram pontuando algumas barreiras e limitações encontradas pelos mais diversos setores
.

Colaboração fotográfica de Mariza Carvalho- Jornalista e fotógrafa do turismo













Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiro da Viagem, - Destino Gramado, entre a Serra Catarinense e a Gaúcha.

Praias de nudismo em Santa Catarina