FLYBONDI ANUNCIA NOVA ROTA ENTRE BUENOS AIRES E FLORIANÓPOLIS

64% dos turistas estrangeiros que visitaram Florianópolis em 2018 eram argentinos. O resultado também se estende ao Brasil, já que a Argentina ocupa o posto de principal emissor de estrangeiros. Os dados são de estudo feito pelo Ministério do Turismo. “A tendência, com a presença da Flybondi no Brasil, é de que esse percentual cresça cada vez mais e que a conectividade regional com os países vizinhos seja fortalecida em uma gestão integrada do turismo”, disse o ministro.

O voo inaugural está marcado para 20 de dezembro deste ano. A companhia promete preços extremamente competitivos. A rota, que sairá do Aeroporto El Palomar, na capital argentina, até o Aeroporto Internacional Hercílio Luz, terá três voos semanais: às segundas, quartas e sextas-feiras. Para o CEO da Flybondi, Sebastián Pereira, o novo destino consolida o crescimento regional da companhia e a proposta para a próxima temporada de verão. “Nos tornamos uma grande opção para voar ao Brasil a preços ultrabaixos e isso demonstra o compromisso que temos em conectar cada vez mais a Argentina com os países vizinhos e entre as províncias”, afirmou Pereira.

O CEO reforçou ainda que a cada nova rota anunciada, além da conectividade e da oferta, há geração de empregos diretos e indiretos que beneficiam o desenvolvimento econômico e turístico dos países. Florianópolis será o segundo destino operado pela companhia no Brasil, que no início do mês já havia iniciado a venda de passagens aéreas para o Rio de Janeiro.

Segunda companhia com a melhor taxa de ocupação na Argentina, a Flybondi representa 77% das operações de cerca de 1,2 milhão de passageiros que já voaram em empresas low cost, segundo dados da Administração Nacional de Aviação Civil (Anac) da Argentina. Em seis meses de operação, a Flybondi se tornou a segunda aérea com melhor taxa de ocupação no Paraguai, com uma média de 71% das aeronaves ocupadas entre janeiro e junho, de acordo com a Direção Nacional de Aeronáutica Civil do Paraguai.

LOW COSTS NO BRASIL
A primeira empresa estrangeira especializada em passagens de baixo custo a operar voos regulares internacionais para o Brasil foi a chilena Sky Airline, em novembro do ano passado. As novas rotas contemplam o trajeto direto de Santiago, no Chile, para os aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro; de Guarulhos, em São Paulo; e Hercílio Luz, em Florianópolis. A média é de cinco voos semanais para cada um desses terminais.

Logo depois, o país passou a contar também com a europeia Norwegian Air, que teve sua autorização concedida pela Anac em agosto de 2018. As vendas das primeiras passagens começaram no fim de novembro para voos diretos entre Londres, no Reino Unido, e Rio de Janeiro, realizados desde março deste ano. A rota já tem voos às segundas, quartas e sextas-feiras, além de domingos, em aeronave com capacidade para até 344 passageiros.

Informações: Agência de notícias do MTur

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiro da Viagem, - Destino Gramado, entre a Serra Catarinense e a Gaúcha.

Praias de nudismo em Santa Catarina