Festival de Dança de Joinville 2011

             

Dentro ou fora do palco, o Festival de Dança de Joinville é um evento consolidado pela tradição, pelo profissionalismo e pela pluralidade dos participantes. Numa trajetória que em 2011 completa 29 anos, milhares de bailarinos e amantes da dança chegam a Joinville vindos de todo o País e do exterior com diferentes objetivos

Concorrer na Mostra Competitiva, apresentar-se no Meia Ponta ou Palcos Abertos nas praças, bairros, shoppings e fábricas ou com um foco voltado a atividade didática. O Festival engloba a realização de cursos e oficinas com fins de aperfeiçoamento profissional, workshops gratuitos para os coreógrafos inscritos no evento, seminários de dança, projetos comunitários, palestras, debates, entre outras ações.
Trazer para as noites especiais - Abertura e Gala - espetáculos que sejam montagens completas de balés consagrados ou peças de destaque de outros gêneros de dança e trabalhos de companhias de renome é também uma preocupação do Conselho Artístico e da organização do evento. Mantido com o apoio de patrocinadores e promovido pelo Instituto Festival de Dança de Joinville, o evento reúne mais de seis mil participantes diretos e atrai público superior a 200 mil pessoas numa média de 170 horas de espetáculos, o que inclusive lhe valeu a citação como o Maior Festival de Dança do Mundo no Guinness Book de 2005.
Programação:
Noite de Abertura: 20 de julho (quarta-feira), 20h, no palco principal do Centreventos Cau Hansen – apresentação de espetáculo "Tatyana", com a Cia. Deborah Colker (RJ).
Mostra Competitiva: 21, 22, 23, 24, 26, 27, 28 e 29 de julho, 19h, no palco principal do Centreventos Cau Hansen – apresentação de espetáculos com grupos e escolas de dança, nos gêneros Balé Clássico de Repertório, Balé Clássico, Dança Contemporânea, Sapateado, Jazz, Danças Populares e Danças Urbanas.
Noite de Gala: 25 de julho (segunda), 20h, no palco principal do Centreventos Cau Hansen – apresentação do espetáculo "À Flor da Pele", do Balé Teatro Castro Alves (BA).
Noite dos Campeões: 30 de julho (sábado), 19h, no palco principal do Centreventos Cau Hansen – apresentação des espetáculos com os grupos e escolas de dança classificados em primeiro lugar na Mostra Competitiva.
Palcos Abertos: de 21 a 30 de julho, em diversos horários e em 17 diferentes locais (praças, bairros, hospitais, indústrias, restaurante, mercado público, entre outros) – espetáculos gratuitos realizados por grupos e escolas de dança inscritos no Festival.
Mostra de Dança Contemporânea: de 21 a 24 e de 27 a 29 de julho, 22h, no Teatro Juarez Machado (anexo ao Centreventos Cau Hansen) – apresentação de espetáculos com companhias de dança profissionais convidadas.
Encontro das Ruas: 23 e 24 de julho, a partir das 14h no dia 23 e a partir das 10h no dia 24s, em parceria com SESC - Joinville, próximo ao Centreventos Cau Hansen - programação envolvendo atividades como Batalhas de B-Boys, Free Style e MC’s, Mostra de Grafite e DJs.
Meia Ponta: 25 e 26 de julho, às 14h e 16h (duas apresentações por dia), e no dia 27 de julho, às 15 horas, a Tarde dos Campeões no Teatro Juarez Machado (anexo ao Centreventos Cau Hansen) - mostra infantil, com apresentação de grupos e escolas de dança, nos gêneros Balé Clássico de Repertório, Balé Clássico, Sapateado, Jazz, Danças Populares e Danças Urbanas.
Seminários de Dança: de 28 a 30 de julho, das 9h às 17h, no Teatro Juarez Machado(anexo ao Centreventos Cau Hansen) – evento destinado ao público acadêmico e com participação de doutores, mestres e pesquisadores em dança de diversas regiões do Brasil.
Cursos e Oficinas: de 21 a 29 de julho, em diversos horários e locais – programação com mais de 1.600 vagas em aulas destinadas a estudantes e profissionais de dança.
Dança Comunidade: 25 e 26 de julho, programação didática destinada a professores e educadores de todo o país para levar a dança como conhecimento e inclusão às comunidades.
Feira da Sapatilha: de 20 a 30 de julho, no Expocentro Edmundo Doubrawa (anexo ao Centreventos Cau Hansen) – com 1.500m2 de estandes, entre os quais estão as principais marcas de produtos de dança do Brasil, além de estantes institucionais e de artesanato regional. A feira oferece ainda Praça de Alimentação e um Palco Aberto para apresentações dos grupos e escolas de dança inscritos no Festival.
Rua da Dança: dia 23 de julho, na Estação da Memória (Estação Ferroviária), com apresentações de dança, interação e mercado de pulgas.
Confira a programação completa: www.festivaldedanca.com.br



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Praias de nudismo em Santa Catarina

Roteiro da Viagem, - Destino Gramado, entre a Serra Catarinense e a Gaúcha.

A importância da fotografia no turismo