Descobrindo o norte de Santa Catarina, surpreenda-se, com seus atrativos.

Fotos/Divulgação

É nesta região altamente industrializada que fica Joinville, a maior cidade do estado, com mais de 515.250 mil habitantes. O Norte catarinense foi colonizado predominantemente por alemães. Um dos destaques em termos históricos é São Francisco do Sul, a mais antiga cidade catarinense, cuja vila foi reconhecida em 1660. Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Mafra são outros municípios importantes.

Joinville:
Em 1851, a barca colón trouxe ao Brasil os 191 imigrantes europeus (alemães na maior parte, mas também suíços e noruegueses) que deram inicia a colônia Dona Francisca.  A colônia recebeu esse nome porque, antes de serem compradas pela com Companhia Colonizadora Alemã, as terras pertenciam à princesa Francisca de Bragança, filha de Dom Pedro I. Dona Francisca as recebera de seu marido, o francês François Ferdinand Philippe d’Orléans, filho do rei da França, como parte do dote de casamento ocorrido em 1843. François carregava o titulo nobre de “príncipe de Joinville”, referencia a uma região da frança que viria a inspirar a denominação da cidade catarinense.
Ao longo do tempo da segunda metade do século XX, Joinville se consolidou como maior pólo industrial de santa Catarina e um dos mais importantes do país. Passou a receber migrantes de varias partes do Brasil, transformando-se em uma cidade com múltiplas influencias étnicas. Joinville se destaca também pelas atividades culturais, que incluem a realização anual do festival de danças, festival das flores, reconhecida pelo Guinness Book como o maior do mundo.
Jaraguá do Sul:
Na linguagem tupi-guarani, o nome “Iara-Guá” significa “Senhor do Vale” e é uma provável referência ao morro da Boa Vista (com 900 metros de altura, o morro é muito freqüentado por praticantes de vôo livre). Assim como sua vizinha Joinville, Jaraguá do Sul também foi colonizada por alemães e é uma cidade com perfil industrial.
São Bento do Sul:
A cidade tem mais de 200 empresas que fabricam móveis sua grande especialidade. Muitos dos primeiros colonizadores alemães e de outras nacionalidades européias estavam destinados a Joinville, mas, diante da falta de boas terras disponíveis - as melhores já estavam ocupadas-, procuraram alternativas nas proximidades. Essas famílias se instalaram as margens do riacho São Bento, que deu nome ao povoado.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Praias de nudismo em Santa Catarina

Roteiro da Viagem, - Destino Gramado, entre a Serra Catarinense e a Gaúcha.

A importância da fotografia no turismo